Texto por Colaborador: Redação 21/07/2021 - 01:57

Segundo informações cruzadas do portal GZH e dos jornalistas Fabricio Falkowski e João Batista Filho, restam pouco menos de R$ 30 milhões em vendas até dezembro para a gestão de Alessandro Barcellos alcançar o projetado no orçamento para 2021. Sobretudo graças as negociações de Praxedes e Vinicius Tobias, o Colorado soma entre R$ 72,3 a R$ 82 milhões (pois há divergência entre as fontes), dos R$ 90 milhões projetados em transferências.

Segundo Falkowski, do CP, até agora entrou quase R$ 81,7 milhões da seguinte maneira:

R$ 44 m. com a venda de V. Tobias
R$ 35 m. com a venda de Praxedes
*$ 2,7 m. com a venda de Charles 

Do trio, o lateral-direito recém negociado ao futebol ucraniano renderá mais dividendos no futuro. Isso porque 5,5 milhões de euros serão pagos agora, com 1,7 milhão em fevereiro, enquanto o SCI será dono de 20% visando uma futura venda. Com gatilhos de produtividade, o valor pode elevar ainda mais, chegando a 8,7 milhões de euros (7,2 fixos + 1,5 de variável).

Assim, as saídas de Praxedes, Tobias e Charles (volante ex-Ceará que o SCI tinha 50%, renderá cerca de 450 mil euros) praticamente fecham os R$ 90 milhões previstos no orçamento. Nesse quadro, os corredores do Beira-Rio se mostram otimistas de que os quase R$ 18 milhões serão buscados ainda nesta janela de transferências.

A previsão é de que o clube tenha um superávit de R$ 194 mil ao final do ano. Bem diferente dos mais de R$ 63 milhões de prejuízo projetados em 2020 – o número final se aproxima dos R$ 80 milhões de déficit.

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1394 pessoas já votaram